Ferro no mineral pirita

Imagem em formato PDF.

Pirita é um dos clássicos ‘ouro de tolo’, ou seja, minerais que os leigos podem confundir com ouro. Uma forma de diferenciar é avaliando a dureza do material, e as formas dos cristais – o ouro normalmente é mais disforme, enquanto que a pirita apresenta formato mais cúbico.

É possível se obter faíscas ao bater em uma pirita; inclusive esta é dita ser a origem do nome do mineral. A palavra em grego pyritēs está relacionado com o termo ‘fogo’.

Pelas características de condutividade do mineral a pirita chegou a ser usada para fazer rádios primitivos – e ainda é usada por alguns entusiastas na área.

Na joalheria é usada para fazer um tipo de bijuteria chamado de marcassita.

Amostra do mineral

Versão com fundo branco

Imagem em formato PDF.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ). Universidade Federal do Pampa – Licenciatura em Química.

Comentários

comentários

Escreva uma mensagem