Cádmio no mineral greenockita

Imagem em versão PDF.

Em 1840 foi o ano em que se descobriu (caracterizou) este mineral.

Ocorre como revestimentos terrosos, especialmente na esfalerita, em que também aparece como um substituinte; também raramente como cristais em cavidades em rochas ígneas máficas; em depósitos de veias hidrotermais de alta temperatura.

O composto CdS (sulfeto de cádmio) foi usado como pigmento, principalmente em obras de arte de Van Gogh e Claude Monet.

Normalmente as aplicações que envolvem o uso de CdS acabam por optar pelo material de origem sintética, no qual é possível controlar o grau de pureza da substância.

Tem esse nome em homenagem a Charles Murray Cathcart (1783–1859), Lorde Greenock.

Versão com fundo branco

Baixe a imagem em formato PDF.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle ( luisbrudna@gmail.com ). Universidade Federal do Pampa – Licenciatura em Química.

Comentários

comentários

Escreva uma mensagem