Amerício em detector

radioatividade em detector de fumaça
Esta peça metálica contém uma pequena quantidade, na ordem de microgramas, de amerício (o isótopo Am-241) no interior da área em formato de estrela.
A peça metálica é de um metal não informado e serve como estrutura para conter o amerício e minimizar um possível espalhamento do material após o descarte.
O isótopo Am-241 é radioativo e decai com uma meia-vida de 432,2 anos, originando netúnio-237, que possui uma meia-vida muito mais longa, na ordem de 2.14 milhões de anos.

Não tenho informações se o amerício é utilizado em detectores de fumaça vendidos no Brasil.

Imagem sob licença Creative Commons, via AMagill.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle – Universidade Federal do Pampa.

Comentários

comentários

Um comentário

  1. Geoligth 12/11/2010

Escreva uma mensagem