Sulfeto de mercúrio em Pompeia

pintura em pompeia(clique e baixe a versão em PDF tamanho A4)
O afresco presente na ‘Sala di Grande Dipinto’, cena 4 na ‘Villa de Misteri’ em Pompeia é um grande exemplo do extenso uso do cinábrio (sulfeto de mercúrio, HgS) como uma forma de colorir pinturas e parede de vermelho.
O cinábrio era caro e comumente as obras eram feitas com pigmentos (ou corantes) de cor semelhante para tornar a obra mais acessível.
Ao longo do tempo a cor vermelha pode ficar escurecida, e o verdadeiro motivo para isso ocorrer atualmente ainda é objeto de estudo entre os pesquisadores [Veja o artigo: Blackening of Pompeian cinnabar paintings: X-ray microspectroscopy analysis.]
O uso e manipulação de cinábrio deve ser feito com muito cuidado devido à sua considerável toxicidade.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle.

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Comentários

comentários

Escreva uma mensagem