Silício em remanescentes de uma supernova

chandra raiox silicio dem L71
Observações na faixa do Raio X, feitas pelo Observatório Chandra dos remanescentes da supernova DEM L71, revela uma nuvem quente interior brilhante, contendo ferro e silício rodeado por uma onda de choque externa. Os dados observados pelo Chandra mostram que a nuvem central de dez milhões de graus Celsius, é de restos de uma explosão que destruiu uma estrela anã branca.

Imagem original disponível em
http://www.nasaimages.org/

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle

Comentários

comentários

Tags:

Um comentário

  1. thais mendes 25/10/2010

Escreva uma mensagem