Respirando radônio

mina earth angel
A pequena cidade de Basin, situada em Montana nos EUA, com pouco mais de 250 habitantes, recebe uma curiosa peregrinação de pessoas com problemas de saúde interessadas nas supostas propriedades curativas das minas desativadas e localizadas na região.

Com a promessa de ter alívio para artitre reumatóide, esclerose múltipla, depressão e catarata, os migrantes permenecem em torno de 10 dias no interior da mina, aguardando que o ambiente e o gás radônio atuem como agentes curativos em seus males.

Além da exposição ao gás radônio radioativo, os enfermos acreditam que beber porções de água radioativa da região poderá ajudar na cura. Mas tal atitude guarda o severo perigo da exposição à índices perigosos de radiação, que causariam mais danos do que benefícios para a saúde, entre eles um aumento do risco de câncer no pulmão.

A fotografia mostra a propaganda de uma das minas que oferecem a terapia com radônio, competindo em espaço na região com outdoors da mina de Merry Widow.

Para mais informações, veja
http://ngm.nationalgeographic.com/ngm/0401/feature7/

Vídeo, em inglês, com propaganda dos benefícios da ´terapia´.

Imagem em licença Creative Commons (by-nc-nd 2.0), via drburtoni.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle.

Comentários

comentários

Escreva uma mensagem