Plutônio em uma caixa

plutonio em caixa de cigarros
Uma das primeiras amostras de plutônio 239, era guardada em uma caixa de cigarros do pesquisador Glenn Seaborg, e esta foi utilizada para determinar as suas propriedades físseis em março de 1941.

Na caixa que está ao lado é possível ler o aviso: ´Amostra muito valiosa. Não perturbe! J.W. Kennedy´. Kennedy era colega de trabalho de Glenn Seaborg.

O plutônio torna-se mais perigoso se ingerido ou inalado, devido à emissão de radiação partículas alfa.

Imagem em licença Creative Commons, via Lawrence Berkeley National Laboratory.

Texto escrito por Prof. Dr. Luís Roberto Brudna Holzle.

Comentários

comentários

3 comentários

  1. ane aline 25/11/2010
  2. Mauricio Santos 21/12/2011
  3. admin 06/01/2012

Escreva uma mensagem